Antagonista: Conselho aprova demissão de procurador que vazou investigação para a JBS

O Conselho Superior do Ministério Público Federal decidiu hoje demitir do Ministério Público o procurador da República Ângelo Goulart, acusado de vender informações sigilosas à JBS da Operação Greenfield, que apura fraudes em fundos públicos de pensão.

Ele foi preso em 2017 por ordem de Rodrigo Janot, a partir da delação dos irmãos Wesley e Joesley Batista, mas solto no mesmo ano pelo STF.

A perda do cargo definitiva ainda depende de autorização judicial.

Print Friendly, PDF & Email
error: