O Antagonista: JBS vai processar holding dos irmãos Batista por prejuízo com corrupção

O BNDES conseguiu aprovar, na assembleia extraordinária de acionistas da JBS, a abertura de uma ação de responsabilização contra a holding J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista. Eles são acusados de causar prejuízos à empresa por causa dos crimes delatados à PGR em 2017.

O banco (que detém 22% da JBS) ficou isolado na assembleia, mas conseguiu a aprovação porque a J&F (controladora com 40%) foi impedida de votar, após arbitragem.

 

Segundo o Valor, o fundo SPS Capital foi um dos minoritários que votaram contra a abertura da ação, por entender que já há uma arbitragem em curso para discutir os eventuais prejuízos causados pelos Batista em razão dos crimes admitidos em acordo de delação. Nessa arbitragem, o SPS processa a J&F.

Print Friendly, PDF & Email
error: